Centro Geriátrico Fernandes e Lopes: um novo conceito de moradia para idoso

 In idosos

Envelhecer com saúde é o desejo de todos nós e graças aos avanços da medicina  isso já é uma realidade.  Uma vida com maior longevidade exige  a  necessidade de um cuidar diferenciado e  disponibilidade familiar para auxiliar nos desafios dessa etapa da vida que, por natureza, inspira maior cuidado. O corpo humano anuncia pouco a pouco os sinais do envelhecimento, que tem início aos 25 anos de idade. Aos partir daí  as etapas se processam com rapidez: menopausa para as mulheres, andropausa para os homens e as mudanças físicas vão acontecendo,  até que um dia , aos 60 anos, nos percebemos…velhos.

O envelhecimento traz consigo uma série de alterações no organismo e nas suas funções:  pele, visão, audição, memória, mobilidade, funcionamento do intestino. Os movimentos ficam mais lentos,  a visão e a audição diminuem, ocorre dificuldade na hora de se alimentar  e  maior tendência à depressão. E é nessa fase da vida  que a  atenção aos sinais do corpo deve ser redobrada, para evitar quedas, engasgos, pneumonia, desidratação, incontinência urinária. O surgimento de residências para idosos vieram com  a finalidade de promover assistência integral ao idoso e tranqüilidade para a família que não dispõe de tempo ou de um familiar  para fornecer esse cuidado.

A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) adotou a expressão “Instituições de Longa Permanência para Idosos” (ILPI) para os “estabelecimentos que promovem atendimento integral a pessoas de 60 anos e mais, dependentes ou independentes, que não dispõem de condições para permanecer com a família ou em seu domicílio” . Ao contrário do que se pensa, a moradia em um lar geriátrico tem um significado positivo no idoso quando ele se percebe como um indivíduo participante de um contexto social ,que recebe  tratamento pessoal e diferenciado. Paz interior  e tranquilidade geram sentimentos positivos que contribuem para  a auto-estima do idoso. A organização de horários de alimentação e higiene, atividades recreativas e passatempos e  religiosidade,  são medidas de apoio e de conexão com a realidade.

Cada idoso é único, dentro ou fora de sua casa, dentro ou fora de uma instituição. Preservar essa individualidade é um compromisso que deve ser mantido. E é sob essa premissa  que o Centro Geriátrico  Fernandes e Lopes acolhe cada idoso, com assistência humanizada, alta qualidade e integralidade do cuidado.

Drª Veronica Hagemeyer Santos – médica geriatra do Centro Geriátrico Fernandes & Lopes; secretária geral da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – SBGG e autora do artigo acima

CRM 52.53420 – 8

Dr. Domingos de Jesus Teixeira – Diretor Técnico

CRM 52.45726 – 1

Recent Posts

Leave a Comment

idosos-beber-copo-de-agua